Sucesso na carreira: Como incrementar a busca por uma vaga

Dependemos de nossa disposição e persistência para obter espaço no mercado de trabalho

Por O Dia

Rio - A procura de emprego é um trabalho duro e quem está nesta rotina há vários meses pode começar a agir mecanicamente, sentir-se cansado e com a energia baixa. Mas esse não é um bom momento para o desânimo aparecer. Dependemos de nossa disposição e persistência para obter espaço no mercado de trabalho. O consultor de carreira Bruce Hazen dá algumas orientações que, se forem seguidas, irão mantê-lo em melhores condições para se recolocar no mercado de trabalho.

Ativar rede de relacionamento, gravar simulação de entrevistas, personalizar currículo, ampliar tempo para busca de vagas e até fazer ginástica são atitudes que podem fazer a diferença na seleção para uma vaga.

Conheça algumas dessas dicas aqui resumidas e faça algo por você mesmo!

PERGUNTA E RESPOSTA

“Estou procurando emprego há oito meses e já vou desanimada para as entrevistas. O que posso fazer para melhorar meu ânimo?” Magda, Flamengo

Olá, Magda. O primeiro passo é verificar se você precisa de algum curso de atualização na sua área de atuação. Você pode perguntar aos entrevistadores que habilidades podem ser melhoradas para você se tornar mais competitiva no mercado. Caso este não seja o problema, seguem dicas preciosas para você espantar o desânimo.

1. Não deixe que as pessoas se esqueçam de você. Faça contato com pessoas chave da sua rede de contatos profissionais mensalmente. As pessoas mais bem sucedidas na busca por emprego são aquelas que mantêm suas redes de relacionamentos ativas. As redes funcionam como vias de mão dupla, pois se você está sempre ativo, ficará sabendo das oportunidades que surgirem.

2. Grave, em áudio ou em vídeo, e ouça a si mesmo respondendo as perguntas difíceis do entrevistador. Ter as respostas em mente não é suficiente. Importa mais o tom de voz seguro e a expressão facial tranquila no momento em que você for contar suas histórias de realização e como agregará valor à empresa.

3. Crie versões personalizadas do seu currículo. Enviar o CV padronizado para todas as empresas é uma prática ultrapassada. As pessoas que contratam querem ver currículos que atendem às necessidades específicas de suas organizações. Personalize o seu currículo de acordo com o que é solicitado em cada vaga e com a cultura da empresa.

4. Passe entre 25 a 35 horas por semana se dedicando a encontrar trabalho. Invista pelo menos 25 horas semanais para pesquisar oportunidades na internet e entre os amigos. Não se engane, dedicar menos tempo não lhe trará resultados positivos.

5. Faça algum exercício físico, pelo menos a cada dois dias. A aparência de desânimo e cansaço “cola”, se cultivada no dia a dia. Portanto, exercite-se regularmente a partir de agora! Isso dará a você ânimo e brilho nos olhos! Boa sorte e até a próxima semana!

Janaina Ferreira é professora do Ibmec-RJ. Amanhã, Sucesso nas Finanças.

Últimas de _legado_Economia