Madrugada na Lapa é marcada por apreensões e delegacia fica lotada

Por volta das 3h, um policial chamou a atenção de todos e pediu que vítimas de roubos e furtos retornassem pela manhã

Por O Dia

Rio - A madrugada de domingo na Lapa foi marcada por prisões e apreensões de drogas. Pelo menos duas pessoas foram detidas e um menor apreendido tentando vender drogas a turistas.

Durante a operação de agentes da Lapa Presente, uma mulher foi pega em flagrante com 11 pinos de cocaína dentro de uma bolsa. Ela teria admitido aos policiais que iria vender o material. Com Joyce Chaves, de 20 anos, também foi encontrada a quantia de R$ 266. A jovem foi levada para a 5ª DP (Mem de Sá).

Ainda na mesma delegacia, foram registrados outros casos. Entre eles, de um menor apreendido com sete pinos de cocaína e três trouxinhas de maconha. Ao perceber a aproximação de policiais, um turista, que tentava comprar a droga, fugiu.

Em outra ação, um homem foi detido com um papelote de cocaína.

De acordo com agentes, cada pino de cocaína estava sendo vendido na Lapa por R$ 50.

Um casal de bolivianos, com três celulares furtados, também foi preso e levado para a delegacia de Mem de Sá, que devido a grande quantidade de ocorrências, ficou lotada. Por volta das 3h, um policial chamou a atenção de todos e pediu que vítimas de roubos e furtos retornassem pela manhã.

"A delegacia está muito cheia. Vai demorar o atendimento. O prazo para registrar furto de celular é de seis meses", alegou o agente.

Últimas de Rio De Janeiro