Chefes do tráfico são presos no subúrbio do Rio

Acusados de ataques na Mangueira e em Cabo Frio, Russão e Cadu Playboy foram encontrados em uma residência no Morro do Juramento, em Vicente de Carvalho

Por O Dia

Rio - Em uma ação conjunta com a Polícia Federal, agentes da Subsecretaria de Inteligência da Secretaria de Segurança prenderam, na manhã desta sexta-feira, no Morro do Juramento, em Vicente de Carvalho, dois traficantes com forte atuação no subúrbio do Rio e na Região dos Lagos. João Paulo Firmiano Mendes da Silva, conhecido como Russão da Mangueira, e Carlos Eduardo Freire Barboza, o Cadu Playboy, braço do tráfico em Cabo Frio, foram capturados por volta das 7h dentro de uma casa na comunidade. 

Chefe do tráfico da Mangueira%2C Russão foi preso nesta sexta-feira no Morro do JuramentoDivulgação

Durante a ação, realizada em cumprimento de mandado de prisão por tráfico, os policiais prenderam também a mulher de Russão, Ana Carolina Campos. Com eles, foram encontrados cerca de R$ 350 mil em espécie, três pistolas - uma 9 mm e duas calibre .40 -, além de ecstasy. Os três serão encaminhados ao sistema prisional do Rio.

Braço do tráfico em Cabo Frio%2C Cadu Playboy também foi preso nesta sextaDivulgação

"A prisão dos dois foi um importante golpe na maior facção do estado (Comando Vermelho). O Rio é o único estado que tem três facções criminosas. E, ao mesmo tempo, milícia e jogo do bicho", declarou o subsecretário de inteligência de Segurança Pública, Fábio Galvão, que pedirá ao secretário José Mariano Beltrame a transferência de Russão para um presídio federal.

Segundo informações da Subsecretaria de Inteligência, Russão é considerado o principal braço armado do Comando Vermelho (CV) e responsável pelos últimos conflitos na Mangueira, entre eles o que resultou na morte de um policial militar, no dia 17 de outubro. Ele já tem passagens por latrocínio, homicídio, tráfico, associação ao tráfico e roubo. 

De acordo com o delegado da Polícia Federal, Fábio Andrade, Russão fugiu do presídio de Bangu, em janeiro de 2013, em "uma fuga digna de cinema, pela tubulação de esgoto".

Já Cadu Playboy é apontado pela polícia como o responsável pelos últimos episódios violentos em Cabo Frio, como a ordem para atear fogo em ônibus, no dia das eleições. Ele também é considerado um braço forte do CV e o principal elo entre a facção com a Região dos Lagos, com forte influência em Cabo Frio e São Pedro da Aldeia. 

Após onda de ataques violentos, quatro são rpesos na Região dos Lagos

Cadu Playboy é acusado de orquestrar ataques em Cabo Frio e São Pedro da Aldeia%2C incendiando ônibus nos municípiosDivulgação


Últimas de Rio De Janeiro