Citado na Lava Jato, Aécio diz que vai para as ruas dia 13

Senador afirmou que nada teme e que está 'cada vez determinado para dar fim ao ciclo perverso de governo do PT'

Por O Dia

Rio - Com o nome citado pela terceira vez em delações da Lava Jato, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) disse nesta quarta-feira, em plenário, que não tem nada a temer. Ele gravou vídeo convocando a população para os atos contra o PT e o governo Dilma, no próximo domingo, 13 de março.

O nome do ex-candidato à presidência da República pelo PSDB foi citado pelo senador Delcídio do Amaral (PT-MS) na delação que está negociando com os investigadores da Lava Jato.
Amaral também implicou o nome de outros quatro senadores — o presidente do Senado, Renan Calheiros (AL), Edison Lobão (MA), Romero Jucá (RR) e Valdir Raupp (RO). Todos do PMDB. Eles e Neves negam qualquer participação no esquema de desvio de recursos da Petrobras.

Senador Aécio Neves sobre citação na Lava Jato: “Não temo absolutamente nenhuma investigação”Agência Senado


“Não temo absolutamente nenhuma investigação. Mais do que isso, me sinto cada vez mais determinado para atuar aqui no Congresso e nas ruas do Brasil para dar fim a esse ciclo perverso de governo representado pelo PT”, disse Aécio Neves.

O parlamentar admitiu que já foi citado em outras delações, mas afirmou que todas as acusações foram arquivadas porque eram “falsas”. Em plenário, ele pediu mais uma vez a renúncia da presidente Dilma. Mesmo afirmando que irá comparecer aos protestos contra o governo no domingo, Aécio criticou severamente a possibilidade de o PT também ir para a rua defender o governo.

“O Brasil da paz não aceita confronto em protestos de domingo”, declarou. “O povo brasileiro sairá às ruas no domingo para mudar a história”, completou. Da mesma maneira que o ex-presidente Lula que, na semana passada, anunciou que fará caravanas nacionais contra o impeachment, Aécio contou que fará uma série de viagens pelo País. A ideia é criticar a atuação do governo Dilma e do PT no campo da área social. O giro tucano pelo Brasil está programado para começar no próximo mês.

#aeciomaiscitadoque viraliza

Uma hashtag que faz menção ao senador Aécio Neves (PSDB-MG) viralizou na internet durante todo o dia. Assim que surgiram as primeiras notícias de que o mais feroz crítico do PT teria sido citado na Lava Jato como um dos beneficiários dos recursos desviados da Petrobras, a hashtag #AecioMaisCitadoQue começou circular no microblog.

Em pouco tempo, a tag já estava nos trending topics mundiais do Twitter, chegando ao número um do mundo em poucas horas. Até as 16h58 a hashtag já aparecia com 36 mil tweets no microblog mais famoso do mundo.

A delação do petista é mantida sob sigilo na Procuradoria-Geral da República e no Supremo Tribunal Federal, onde os termos do acordo devem ser homologados nos próximos dias pelo ministro Teori Zavascki do STF. Na comissão de ética do Senado, o relator do processo de cassação de Amaral, senador Telmário Mota (PDT-RR), apresentou ontem parecer preliminar favorável à abertura de processo contra o senador Delcídio Amaral.

Últimas de Rio De Janeiro