Educação de Mesquita é premiada na Alerj

Integrante do setor de Diversidade recebeu o Diploma Heloneida Studart

Por O Dia

A Prefeitura de Mesquita foi representada hoje, em sessão solene na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), na entrega do Diploma Heloneida Studart para os 19 nomes, entre personalidades e organizações, que ajudam a promover a cultura no estado do Rio. Edilson Macedo de Moraes, mais conhecido como Macedo Griot, do setor de Diversidade da secretaria de Educação, Cultura, Turismo, Esporte e Lazer (Semectel) será um dos homenageados.

Neste ano as premiações serão para as áreas de Arquitetura e Urbanismo; Arte Digital; Circo; Culturas Afro-brasileiras; Culturas dos Povos Indígenas; Dança; Música Erudita; Música Popular e Teatro. Macedo Griot receberá o diploma em referência ao trabalho cultural que desenvolve com os estudantes de Mesquita, por meio de um projeto de aulas passeios sobre a chegada dos negros escravos trazidos através do tráfico negreiro para o Rio de Janeiro. De acordo com Griot, esse projeto começou com os alunos, mas pretende se entender a diversos grupos.

“Por mais de 20 anos estou envolvido com arte e a educação. A premiação para mim é um reconhecimento do esforço da minha relação com o movimento social e a implementação da Lei 10.639, que determina no ensino, a presença africana no currículo”, disse Macedo. Objetivo do projeto é situar o jovem no contexto histórico, por meio de uma linguagem artística.

O passeio é realizado a pé e parte do Cais do Valongo e Pedra do Sal, até o Museu dos Pretos Novos, que fica localizado entre a Praça Mauá e o Bairro da Saúde, no Centro do Rio. O projeto é uma aula lúdica sobre o passado que valoriza o protagonismo afrodescendente e seus desdobramentos até hoje.

Últimas de _legado_O Dia na Baixada