Famílias do interior serão beneficiadas com recursos em saneamento

Microbacias de 24 municípios das regiões Norte, Noroeste e Serrana já foram atendidas. Ao todo 18 mil famílias serão contempladas

Por O Dia

Rio - Até o fim de 2016, o Rio será o estado brasileiro com a maior ação de saneamento rural implantada, beneficiando 18 mil famílias. A Secretaria de Agricultura e Pecuária, por meio do programa Rio Rural, está instalando, em uma primeira etapa, cinco mil unidades de fossas sépticas biodigestoras em microbacias de 24 municípios das regiões Norte, Noroeste e Serrana. O investimento total será de R$ 31 milhões.

A tecnologia permite a destinação adequada dos dejetos, evitando a poluição da água e aumentando a qualidade de vida das populações que vivem na interior.

As fossas sépticas biogestoras realizam ainda o aproveitamento dos resíduos na adubação, melhorando a produção agrícola. A proposta alia sustentabilidade, preservação da natureza e o desenvolvimento no campo.

"Todos se beneficiam. Os produtores rurais e suas famílias, a comunidade, que sai fortalecida com a preservação do ambiente e o estímulo à produção, e a sociedade em geral, com a redução dos gastos com tratamento de doenças no futuro", afirmou o secretário de Agricultura, Christino Áureo.

No mês passado, 252 famílias de pequenos agricultores na Região Norte Fluminense foram beneficiadas com o saneamento rural. Na microbacia Fazenda Tipity, no município de São Francisco de Itabapoana, foram entregues fossas sépticas para 193 famílias de agricultores e na microbacia Rio Ururaí, em Campos dos Goytacazes, foram instalados kits de fossas sépticas para 59 famílias. Os investimentos totalizaram R$ 415 mil.

Com financiamento do Banco Mundial, o programa Rio Rural incentiva a adoção de práticas sustentáveis no campo.

Últimas de _legado_O Dia no Estado