Polícia prende quadrilha que cometia crimes eleitorais em Queimados

Suspeitos utilizavam títulos de eleitores e identidades falsas para votar de maneira ilegal

Por O Dia

Rio - Policiais Civis da 55ª Delegacia de Polícia (Queimados) prenderam neste domingo, quatro homens acusados de cometerem crimes eleitorais em Queimados. Ramon Rodrigo Ferreira Gonçalves, 35 anos, Marcelo da Silva Ribeiro, 42 anos, Wallace Machado Oliveira, 29 anos, e Mario Cesar Pereira Gomes, 34 anos foram presos em flagrante. 

Os suspeitos utilizavam títulos de eleitores e identidades falsas para votar de maneira ilegal. Um dos integrantes da quadrilha, Mario Cesar, é servidor federal do Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

As diligências, para localização e identificação do grupo, foram iniciadas pela manhã em vários bairros do município. No início da tarde, os policiais foram até um dos colégios eleitorais onde a quadrilha estaria atuando e prenderam em flagrante Ramon, Marcelo e Wallace, responsáveis por realizar as votações fraudulentas. Com os presos foram encontrados 19 envelopes contendo 60 títulos de eleitores e 90 identidades de terceiros, correspondentes às 19 Zonas Eleitorais, e certa quantia em dinheiro utilizado para pagamentos dos votos ilícitos. Já Mario Cesar foi preso no Fórum de Queimados, onde trabalhava.  

O procedimento será encaminhado ao Juízo Eleitoral de Queimados e uma cópia será remetida à Polícia Federal para dar prosseguimento às investigações.

Últimas de Rio De Janeiro