Vereador de Meriti acusa 'colega' de agressão na Câmara

Acusado diz que é vítima de calúnia e que houve apenas um desentendimento de opiniões. Ambos registraram suas versões na DP

Por O Dia

Rio - O vereador de São João de Meriti Rony Ferraz (PHS) usou as redes sociais para denunciar uma agressão que teria sofrido por parte de seu colega de Câmara, o vereador Dudu Soares (PSD). Ferraz também acusou Soares de andar armado e cercado de “capangas” na Casa Legislativa.

“Vou fazer de tudo para que esse cidadão, Dudu Soares, seja acusado na justiça comum. O seu lugar, vereador, é na cadeia!”, bradou Ferraz, que aparece no vídeo com uma tipoia no braço direito. A confusão aconteceu no gabinete do presidente da Casa, vereador Davi Perini Vermelho (DEM).

Rony Ferraz divulgou vídeo onde aparece de tipoia e diz ter sido agredidoReprodução Facebook

Em nota, Dudu Soares negou as agressões. “Infelizmente, estou sofrendo uma denunciação caluniosa em rede social por algo que não fiz”. Soares alega que houve apenas um desentendimento de opiniões. Porém, Ferraz levou o caso à polícia e prometeu que vai brigar pela cassação do mandato de Soares.

“Registrei queixa contra esse vereador agressivo, que anda armado e cheio de capangas na Câmara. Fui a exame de corpo de delito. Irei até o fim”, disse Ferraz. afirmando que iria pedir a cassação no plenário da Câmara. “O que ele cometeu comigo foi quebra de decoro parlamentar!”.

Por sua vez, Soares também prestou queixa contra Ferraz. “Estou fazendo um Registro de Ocorrência na 64ª DP contra este vereador por me acusar de andar armado e com “"CAPANGAS”", o que é um grande absurdo!!! Quem anda comigo diariamente é o meu irmão policial militar, que é pastor evangélico”. Soares destaca que está sofrendo por conta da postagem na rede social e disparou. “Os votos que tive não foram comprados, foram votos de confiança neste humilde vereador, mas que trata com seriedade o mandato legislativo”.

Últimas de Rio De Janeiro