Portal pede informações sobre envolvidos nas mortes de policiais

Quem tiver informações que levem as prisões dos autores dos crimes vai receber uma recompensa de R$ 5 mil

Por O Dia

Rio - O Portal dos Procurados divulgou, nesta segunda-feira, um cartaz pedindo infomações sobre os envolvidos nas mortes de quatro policiais. As vítimas são o inspetor da Policial Civil aposentado Marco Aurélio Pedra de Oliveira, 61 anos; o soldado da Polícia Militar Célio Venerando Correa Júnior, de 32 anos; o 3º sargento da PM reformado Wilson Mendes, de 66; e o subtenente reformado José Carlos Correia de Melo, de 54. Quem tiver informações que levem as prisões dos autores dos crimes vai receber uma recompensa de R$ 5 mil.

Portal pede informações sobre envolvidos na mortes de policiasDivulgação

O policial civil aposentado Pedra foi assassinado na tarde da última quinta-feira na Estrada do Pontal, no Recreio dos Bandeirantes. De acordo com a Polícia Civil, o ex-comissário estava em seu carro quando foi baleado. No entanto, o veículo do policial não foi roubado. Pedra atuou como comissário da Polícia Civil durante 29 anos e era sócio de uma empresa de vigilância e segurança de empresas. Ele deixou a corporação em 2015.

O policial militar Célio Venerando foi morto, na tarde da última sexta-feira, na Avenida Presidente Roosevelt, em Saracuruna, em Duque de Caxias. O soldado estava de folga e trafegava pela via, quando um carro parou ao lado do veículo em que estava e seus ocupantes dispararam contra o PM. Célio tinha 32 anos, era lotado no 20º BPM (Mesquita) e estava na polícia há mais de quatro anos. Ele era casado e deixa um filho de 10 anos.

O 3º sargento reformado da PM Wilson Mendes foi morto a tiros por criminosos, na tarde também da última sexta-feira, em São Gonçalo. Wilson estava em seu estabelecimento comercial, quando criminosos armados saltaram de um carro — modelo Palio branco com capô e mala pretos — atirando. Eles levaram pertences da vítima. O subtenente serviu à corporação durante 26 anos, era casado e deixa dois filhos adultos.

Já o subtenente reformado José Carlos Correia de Melo, de 54 anos, morreu nesta segunda-feira no Hospital Geral de Nova Iguaçu, após ter a casa invadida por cinco homens. O PM reagiu e atingiu com disparos um dos homens, que morreu no local. Os comparsas fugiram. O policial foi socorrido com perfurações no tórax, abdômen, membros superiores e coxa direita, mas não resistiu.

Quem tiver qualquer informação sobre a localização dos suspeitos, pode entrar em contato pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram do Portal dos Procurados (21) 98849-6099; Central de Atendimento do Disque Denúncia (21) 2253-1177; através do Facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/; e pelo aplicativo Disque Denúncia RJ.

Todas as informações serão encaminhadas às Delegacias de Homicídios da Capital, Baixada e de Niterói e São Gonçalo, que estão encarregadas das investigações e do inquérito criminal. 

Últimas de Rio De Janeiro