Protesto contra Jogos Olímpicos interdita rua na Tijuca

Manifestantes levaram também faixas contra o presidente em exercício, Michel Temer

Por O Dia

Rio - Horas antes da abertura dos Jogos Olímpicos, centenas de pessoas participaram, na tarde desta sexta-feira, de um ato contra o evento. Em uma das faixas, os participantes escreveram: "Jogos da exclusão". De acordo com informações do Centro de Operações, a Rua Conde de Bonfim foi interditada por volta das 16h30, no sentido Centro, e o desvio do trânsito foi feito pela Rua Pareto.

Depois, a passeata seguiu pelas ruas Haddock Lobo e Campos Sales até a Praça Afonso Pena. Segundo informações da assessoria de imprensa do MetrôRio, os acessos da estação Afonso Pena foram fechados por medidas de segurança por volta das 18h15, mas já foram reabertos. A concessionária destacou que não houve tumultos dentro da estação.

Por meio de fotos e vídeo enviados pelo WhatsApp O DIA (98762-8248), é possível ver que os manifestantes levaram cartazes também contra o presidente em exercício, Michel Temer (PMDB). Nas redes sociais, alguns moradores contaram que os comerciantes fecharam as portas das lojas para evitar confusão e possíveis roubos. A Polícia Militar informou que o 6º BPM (Tijuca) acompanha o ato e acrescentou que até o momento não há registros de confusão no local.

Manifestação interditou a Rua Conde de Bonfim%2C na Tijuca%2C na Zona Norte%2C na tarde desta sexta-feiraWhatsApp O DIA (98762-8248)

Na web

Michel Temer usou seu perfil no Twitter para comentar sobre os Jogos Olímpicos. "O esporte une nacionalidades e os Jogos # Rio2016 traz a oportunidade de mostrar a diversidade do Brasil para o mundo. São 10.500 jogadores, 206 países, uma única nação, uma só voz. Estamos todos juntos para um mundo novo. Bem-vindo ao # Rio2016", twitou o presidente interino.

Últimas de Rio De Janeiro