Idosa morre esfaqueada

Vítima tentou escapar de dupla de bandidos em Niterói. Um menor foi apreendido

Por MARCELLO VICTOR

Imagem mostra o ataque à vítima: um menor esfaqueou a idosa
Imagem mostra o ataque à vítima: um menor esfaqueou a idosa - reprodução de vídeo

Funcionária aposentada do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Maria Alcina Gil, de 66 anos, foi morta a facadas na tarde de ontem, em uma rua de Icaraí, bairro nobre de Niterói. Um menor de 17 anos foi apreendido pouco depois por policias do 12º BPM (Niterói), próximo à região. Ele confessou o crime. Um adulto que estava com ele está sendo procurado pela polícia. O crime ocorreu por volta de 13h10.

Imagens do circuito de segurança da Alameda Carolina mostram Maria Alcina andando calmamente pela via. Ela não percebe, mas é seguida por dois homens em bicicletas. O menor passa à frente dela e a aborda. O outro faz o cerco sem descer do veículo. A idosa corre, é perseguida e golpeada pelo adolescente várias vezes nas costas. Ela cai ao lado de um carro e de um poste. Após o crime, o menor corre em direção à bicicleta que havia deixado. O comparsa dele volta e foge.

Segundo o delegado Allan Duarte, da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI), Maria Alcina morava no local. Segundo parentes, ela voltava da academia, tinha feito algumas compras e ia para casa quando foi atacada. O Corpo de Bombeiros ainda foi acionado, mas a idosa já estava morta. A DHNSI periciou o local e analisa imagens.

O menor de 17 anos foi preso com outro adolescente. Ele confessou a autoria do crime e foi reconhecido nas imagens. O outro não estava envolvido e foi liberado. Segundo o delegado Allan Duarte, a dupla de assaltantes é do Morro do Preventório, no bairro de Charitas, que fica a quatro quilômetros do local do homicídio.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro