Malásia negocia retomada de buscas pelo avião MH370

Por O Dia

A Malásia está negociando a retomada das buscas pelo voo MH370 com uma empresa americana, informou ontem o vice-ministro de Transportes, Abdul Aziz Kaprawi. A empresa americana Ocean Infinity, a holandesa Fugro, que estavam envolvidas nas buscas originais, e uma companhia malaia apresentaram propostas para retomar a procura.

A Ocean Infinity seria a favorita, por ter feito uma proposta "no find, no fee" (sem encontrar, sem pagar) para a busca pela aeronave da Malaysia Airlines.

O avião desapareceu com 239 pessoas a bordo em março de 2014, na rota entre Kuala Lumpur e Pequim, após sair do trajeto planejado.

Nenhum sinal da aeronave foi encontrado em uma área de 120 mil quilômetros quadrados selecionada por uma análise de satélites da possível trajetória do avião.

Liderada pela Austrália, a busca a maior da história foi suspensa em janeiro, despertando críticas de famílias das vítimas e de especialistas, alegando que foi cancelada cedo demais. É um dos maiores mistérios da aviação.

Comentários

Últimas de Mundo & Ciência