Mocidade empolga e encanta com homenagem a Pernambuco

Escola faz o seu melhor desfile dos últimos anos

Por O Dia

Rio - Homenageando a cultura de Pernambuco e o lendário carnavalesco Fernando Pinto, a Mocidade Independente abriu a segunda-feira de desfiles em grande estilo. Com uma apresentação colorida e com enredo extremamente bem desenvolvido, a escola passou pela Sapucaí disposta a recuperar o prestígio perdido nos últimos anos.

Mocidade supera previsões e brilha na AvenidaCarlos Moraes / Agência O Dia

O trabalho do carnavalesco Paulo Menezes honrou a tradição da agremiação e chamou atenção pelo uso variado de cores e boa leitura do tema proposto.

FOTOGALERIA: Mocidade empolga com enredo em homenagem a Pernambuco

De volta à escola, o primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira Rogerinho e Lucinha Nobre mostrou mais uma vez total entrosamento e talento não só para os jurados, mas também para o público. A felicidade era nítida no semblante da dupla e contagiou quem estava na pista.

Rogerinho e Lucinha Nobre encantaram o público na SapucaíAndré Luiz Mello / Agência O Dia

A comissão de frente, concebida por Sérgio Lobato, teve apenas um mês para ensaiar. E o que se viu na Avenida foi uma encenação sem impacto. Além disso, o resultado foi prejudicado por um tripé mal acabado.

Já a bateria fez uma exibição apoteótica e arrebatou a Avenida com diversas paradinhas, com direito até a batida de frevo. O grande protagonista da noite foi mesmo o componente da escola, que evoluiu "brincando" e cantando o samba a plenos pulmões. Sem vencer desde 1996, a Mocidade surpreendeu as previsões e fez o seu melhor desfile dos últimos anos.

Mariana Rios reinou à frente da bateria 'Não Existe Mais Quente'Maíra Coelho / Agência O Dia


Últimas de Carnaval