Inca e Anvisa terão concursos com 105 vagas. Salários vão a R$ 10,5 mil

IBGE suspende contratação de 1,4 mil temporários para o Censo Agropecuário em 2017

Por O Dia

Rio - Dois concursos para a área de Saúde foram autorizados ontem pelo Ministério do Planejamento em um total de 105 vagas e salários que chegam a R$10.594. Para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) são 78 oportunidades de Nível Médio Técnico em Administração. A seleção para o Instituto Nacional do Câncer (Inca) terá 27 vagas da carreira de Ciência e Tecnologia pertencente ao quadro Permanente do Ministério da Saúde para o Instituto Nacional de Câncer (Inca). 

Na Anvisa, a remuneração inicial é de R$6.147,52 para técnico em Administração. Já o Inca foi autorizado a preencher oportunidades com salários de R$3.495,57 (técnico) e R$5.975,71 para de Nível Superior (analista e tecnologista) e R$ 6.663,58 (pesquisador). Os ganhos podem chegar e R$10.594,65, conforme a qualificação. Os concursados vão substituir os terceirizados dos dois órgão. Os editais estão previstos para sair até 18 de outubro.

CENSO E SELEÇÃO SUSPENSOS

Com o mais um adiamento do Censo Agropecuário em 2017, devido a cortes no orçamento, o IBGE suspendeu ontem o processo seletivo para preencher 1.409 vagas temporárias destinadas ao censo. Os inscritos no processo seletivo terão os valores das inscrições reembolsados. A Cesgranrio, responsável pela seleção, informará os candidatos sobre os procedimentos a serem adotados.

A pesquisa tem custo estimado em R$ 1,687 bilhão — R$ 330,8 milhões que seriam desembolsados neste ano, na fase preparatória, e cerca de R$ 1,3 bilhão ano que vem, com R$ 1 bilhão direcionado para contratação de entrevistadores que aplicam questionários. No entanto, houve corte de R$ 266,8 milhões no orçamento para o ano que vem.

Últimas de Economia