Atletas jamaicanos são investigados por doping na Itália

Treinador dos atletas também está na mira da promotoria da cidade de Udine

Por O Dia

Itália - Os jamaicanos Asafa Powell e Sherone Simpson, assim como o preparador físico canadense Cristopher Xuereb, estão sendo investigados pela promotoria de Udine, na Itália, por uma suposta violação da lei antidoping, após a divulgação de exames positivos dos atletas e outros três compatriotas.

Asafa Powell foi pego no exame antidopingDivulgação

A informação da investigação italiana foi divulgada pela imprensa do país. Entre domingo e segunda-feira, a polícia revistou os quartos de hotel na cidade de Lignano Sabbiadoro, próximo a Udine, onde Powell, Simpson e outros atletas jamaicanos estavam hospedados durante período de treinos.

Durante a ação policial, foram apreendidos comprimidos, frascos, sprays, e pomadas, sem rótulos ou com as instruções de uso em inglês. As autoridades irão levar todo o material para um laboratório, que fará as devidas análises, que identificarão se são substâncias dopantes.

Powell e Simpson não treinaram nesta segunda-feira com os demais atletas jamaicanos, permanecendo no hotel. Nesta terça-feira, haverá prova na cidade de Lignano, mas a dupla já não participaria. Asafa Powell, ex-recordista mundial dos 100 metros rasos, e Sherone Simpson, vice-campeã olímpica dos 100 metros rasos em Pequim 2008, deram positivos em exame antidoping durante o Campeonato Jamaicano de atletismo, disputado no mês passado.

Outro flagrado no doping recentemente foi o americano Tyson Gay. Todos os envolvidos estão fora do Campeonato Mundial de Atletismo de Moscou, que acontecerá entre 10 e 18 de agosto.

Últimas de Esporte