Vídeo: Dupla sobrevivente de acidente da Chape emociona público com depoimentos

Jakson Follmann e Neto participaram do programa 'Bem, Amigos'

Por O Dia

São Paulo - O acidente aéreo com o avião da Chapecoense, que matou 71 pessoas em novembro de 2016, está próximo de completar um ano. No programa 'Bem, Amigos!' da última segunda-feria, o ex-goleiro Jakson Follmann e o zagueiro Neto estiveram presentes no estúdio de Galvão Bueno e emocionaram a todos com seus depoimentos.

"A minha ideia dentro do clube é agora em janeiro começar um curso de gestão, me aprofundar mais, o dia a dia do clube me faz muito bem", contou Follmann. Mas foi ao falar do companheiro, Neto, que o ex-goleiro não segurou as lágrimas.

"E quando esse cara começou a falar que eu dou muita força para ele… Me deixa triste as pessoas de fora chegar até mim e falarem: 'O Neto tá mal de cabeça, não vai voltar a jogar'. Eu sei o quanto ele luta e sei que ele vai voltar a jogar. Esse cara é um guerreiro e as pessoas vão se impressionar", declarou, emocionado.

"E você vai estar do lado dele e vai fazer parte desse trabalho e de todo esse processo", completou Galvão, também emocionado com a cena. Follmann também contou como é sua relação com os familiares dos ex-comapanheiros. 

 “Quando se encontra, a gente procura, sim, dar um abraço, uma palavra de conforto, porque a gente não sabe até que ponto é bom ou não a nossa presença, porque a gente não sabe o que é perder um ente querido, a gente não sabe o que é o sofrimento deles. Então, na medida do possível, a gente se encontra, dá um abraço, tem que ter um certo cuidado, acima de tudo um certo respeito, porque a gente não sabe o que é perder um pai, um filho, um marido, um momento delicado”, respondeu.

Galvão ficou realmente emocionado e fez elogios a dupla da Chape:  “Ninguém muda tão diametralmente assim, a pessoa evolui e a gente tem a certeza de que vocês tiveram uma evolução como seres humanos de tudo isso que aconteceu, mas a raiz era boa, era saudável, sadia e o papel que vocês têm hoje é muito mais importante. Vocês mostram ter essa consciência do ser humano”, afirmou Galvão.

Últimas de Esporte