Com a cabeça na decisão, força máxima contra o São Paulo

Jayme treina muito a bola aérea defensiva

Por O Dia

São Paulo - Enquanto o torcedor quebra a cabeça para saber como poderá assistir à final da Copa do Brasil, Jayme de Almeida esquece um pouco a possibilidade de título. Nesta quarta, às 21h50, contra o São Paulo, em Itu (SP), o treinador escalará força máxima, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro. Nas contas dele, faltam dois pontos para o time se livrar do risco de rebaixamento.

Jayme focou na bola defensivaAndré Mourão / Agência O Dia

No treino desta terça, no Ninho do Urubu, Jayme teve uma oportunidade rara de realizar um treino tático. O forte calor permitiu apenas 20 minutos de trabalho antes do recreativo. Mas ficou clara a maior preocupação do treinador: a bola aérea defensiva. Nesse caso, o Brasileiro pode servir para corrigir os erros antes da decisão contra o Atlético-PR.
Durante o treino, Jayme chamou a atenção dos titulares:

“A bola está passando muito fácil, vai tomar o gol de novo. Vamos acordar! Moreno apareceu sozinho, caramba! Tem que acompanhar! Marca, não deixa o cara sozinho. Sem fazer falta, marca!”

Para Léo Moura, a cobrança foi pertinente. “A bola parada está definindo muitos jogos. A preocupação é aprimorar a parte defensiva para que a gente não sofra gols assim, num momento em que a equipe está bem no jogo. A preocupação dele foi essa, está chegando a reta final do campeonato”, destacou.