Homem devolve livro 42 anos após retirá-lo em biblioteca

A multa pelo atraso do usuário seria de US$ 3.106,00 ou aproximadamente R$ 9,9 mil

Por O Dia

Nova York - Um homem surpreendeu os funcionários de uma biblioteca americana ao devolver um livro retirado por ele 42 anos atrás. O exemplar de "Ascenção e Queda do Terceiro Reich", de William Shirer, foi retirado em abril de 1974 e só voltou a fazer parte do acervo público de Guilderland, em Nova York (EUA), na última Terça-feira.

A biblioteca publicou a história incomum em sua rede socialDivulgação

Em entrevista à NBC, o diretor da biblioteca Tim Wiles, que já trabalha no local há 30 anos, disse que este é o caso com maior atraso já registrado. Ainda de acordo com Wiles, o responsável pela retirada do livro acabou levando o livro por engano quando mudou-se para outro país.

Foram calculados 15.531 dias de atraso, que totalizavam uma multa de US$ 3.106,00 (aproximadamente R$ 9,9 mil). No entando, em reconhecimento a atitude do homem de devolver o livro, a cobrança foi isentada.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência