França amplia Estado de Atenção

A medida recebeu 288 votos a favor e 32 contra e cobrirá todo o período das eleições presidenciais

Por O Dia

Paris - Em uma votação que avançou pela madrugada desta quarta, a Assembleia Nacional da França, o equivalente à Câmara dos Deputados, aprovou a prorrogação do estado de emergência no país até 15 de julho de 2017.

A medida recebeu 288 votos a favor e 32 contra e cobrirá todo o período das eleições presidenciais, em 23 de abril e 7 de maio do ano que vem.  Para que a prorrogação seja confirmada, falta apenas a aprovação do Senado, que votará o tema nesta quinta. Segundo o ministro francês do Interior, Bruno Le Roux, a ameaça terrorista contra o país continua “forte”, e as forças de segurança já evitaram 17 atentados em 2016.

O estado de emergência foi decretado após os ataques de 13 de novembro de 2015, em Paris, que fizeram 130 vítimas em diferentes pontos, como a casa de shows Bataclan, e foi prolongado em diversas ocasiões desde então — como no atentado de Nice em 14 de julho, Dia da Queda da Bastilha, quando caminhão atropelou e matou 86 pessoas.

A medida atribui poderes especiais à polícia para realizar detenções e operações de busca e apreensão. Em 15 de julho de 2017, a França terá ficado 20 meses sob esse regime, o período mais longo desde que o dispositivo foi instaurado no país, durante a Guerra da Argélia (1954-1962).

Últimas de _legado_Mundo e Ciência