Inscritos no Mais Médicos cobrem só 30% da demanda

Carência é de 15.460 profissionais nas cidades e só 4.657 completaram ficha

Por O Dia

Rio - Até à meia-noite de domingo, dos 18.450 médicos que fizeram a pré-inscrição, apenas 4.657 completaram o cadastro com a documentação necessária no programa Mais Médicos. Deles, 3.891 têm registro no Brasil e 766 em outros países. A quantidade de médicos inscritos está abaixo da demanda apresentada pelos municípios. O número, divulgado ontem pelo Ministério da Saúde, mostra que a primeira rodada de inscrições cobre apenas 30% dos pedidos. As cidades inscritas têm carência de 15.460 médicos.

Para os profissionais brasileiros, a inscrição está encerrada. Os médicos que atuam no exterior ainda têm até o dia 8 de agosto para fazer o cadastro. A outra rodada de inscrições será no dia 15. A próxima etapa é associar os dados dos médicos inscritos com as cidades que pediram os profissionais. Somente depois desta fase e da confirmação de interesse do médico, o governo saberá quantos irão para os municípios cadastrados. A lista de onde os médicos brasileiros vão trabalhar será divulgada quinta-feira.

O programa foi lançado pela presidente Dilma Rousseff dia 8, com intuito de levar médicos a cidades com carência desses profissionais. Mas ganhou críticas de entidades médicas. Uma campanha, nas redes sociais, orientou médicos a fazer a pré-inscrição para inflar os números e não finalizar o cadastro. O governo investiga hipótese de sabotagem.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência