Por victor.duarte

Índia - Um engenheiro indiano identificado como Ak Verma foi finalmente demitido após faltar o trabalho por 24 anos. Ele começou a trabalhar em dezembro de 1990 e usava formulários de licença continuamente.

Mesmo depois de um inquérito ter considerado Ak Verma culpado por "ausência deliberada do dever", em 1992, foram necessários mais 22 anos para que ele fosse enfim despedido. A demissão só ocorreu após um ministro do governo intervir no caso. Em comunicado, o governo explicou que o homem buscava a extensão da licença, que não foi sancionada, e não se apresentava ao trabalho.

Na índia, as leis trabalhistas são bastante restritivas, tornando difícil demitir funcionários por qualquer motivo que seja, exceto conduta criminal

As informações são do jornal inglês "The Telegraph"

Você pode gostar