Jovem luta por punição para ‘vingança pornô’

Jovem lésbica teve vídeo de sexo com antigo namorado divulgado na internet

Por O Dia

Estados Unidos - A americana Chrissy Chambers, 24 anos, que tem 363 mil seguidores em seu canal no YouTube, começou ‘campanha’ por punição mais ampla contra a divulgação de vídeos de ‘vingança pornô’ na internet. Ela descobriu que ‘caiu na rede’ conteúdo explícito dela em 2013 mantendo relações sexuais com um ex-namorado. Depois disso, diz ela, o canal ‘Face your Fears’ (‘Encare seus Medos’), que mantém com sua atual namorada, Bria Kam, perdeu dezenas de milhares de assinantes.

Chrissy em dois momentos%3A na campanha por leis mais rígidas contra quem se vinga divulgando conteúdo explícito na web e com a namorada%2C BriaReprodução

A moça alega que as imagens foram postadas pelo homem, um britânico. “Tudo desmoronou. Ele encontrou uma forma horrível de me machucar”, disse ela à BBC, em Los Angeles. Agora, Chrissy está movendo uma ação contra o suposto responsável.

Os vídeos de Chrissy e Bria, em que celebram a relação entre as duas e discutem questões sobre sexualidade, já foram vistos mais de 80 milhões de vezes. As imagens da jovem com o ex-namorado foram compartilhadas justamente para o público do canal. “Alguém compartilhou e disse: ‘bem, você pensou que esta pessoa era um modelo a ser seguido? Ela é uma prostituta e uma vadia’”, contou Chrissy à BBC.

Os advogados dela em Londres querem que a ação como resultados um pedido de desculpas, indenização em dinheiro e que a americana consiga os direitos autorais sobre o material sexualmente explícito. No entanto, eles admitem que o trabalho pode resultar em nada, já que a lei de ‘vingança pornô’ na Inglaterra foi introduzida em abril deste ano e não atende a casos ocorridos antes. “Quero que as leis na Grã-Bretanha sejam fortalecidas e também quero que casos anteriores sejam reabertos”, afirma a jovem.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência