Civil registra mais de 250 furtos nos três primeiros dias de Rock in Rio

Falhas na conexão com a Internet e quedas de energia atrapalharam os registros de ocorrência na Delegacia Móvel

Por O Dia

Rio - Durante os três primeiros dias do Rock in Rio, a Polícia Civil registrou 300 ocorrências. No evento, que reuniu cerca de 85 mil pessoas por dia, os policias registraram 254 furtos, dez roubos e nove extravios de documentos. Uma pessoa foi presa em flagrante por furto, seis autuadas por lesão corporal e quatro por desacato.

Durante os três dias, houve quedas de energia e, principalmente, falha na conexão de Internet, que prejudicaram a confecção dos registros de ocorrência na Delegacia Móvel, causando um maior tempo de espera para a finalização dos ROs. A Polícia Civil está trabalhando para garantir o atendimento ao público com a máxima celeridade e eficiência diante destes imprevistos.

Fãs sofreram para registrar ocorrênciasErnesto Carriço / Agência O Dia

As vítimas puderam comunicar os casos na Delegacia Móvel, instalada dentro do Riocentro, ou no posto interno da Polícia Civil na Cidade do Rock. Os espectadores puderam também registrar as ocorrências nas delegacias da área – 16ª DP (Barra da Tijuca), 32ª DP (Taquara) e 42ª DP (Recreio) – ou em qualquer unidade que preferissem.

A Polícia Civil está atuando em todos os dias do evento, com participação de departamentos, da Delegacia Móvel e reforço no efetivo. Ao todo, 910 agentes, divididos em turnos, trabalham durante os sete dias do festival. Doze postos de atendimento ao público estão em funcionamento na parte de fora da Cidade do Rock e três na parte interna.

Últimas de Rio De Janeiro