Justiça condena empresa de ônibus por irregularidades na linha 819

Companhia terá que pagar indenização

Por O Dia

Rio - O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) obteve na Justiça decisão, em última instância, que condena a Expresso Pégaso Ltda., representante do Consórcio Santa Cruz de Transportes, por irregularidades na linha de ônibus 819 (Jardim Bangu – Bangu). Além de tomar providências quanto à manutenção de seus veículos, a empresa terá que pagar indenização por danos materiais e morais individualmente considerados.

A empresa fica obrigada a empregar veículos em bom estado de conservação e a consertar luzes, escotilhas, travas de portas e para-brisas trincados. Extintores de incêndio danificados, vazios ou vencidos deverão ser repostos. Bancos rasgados também precisam ser substituídos e, os que se encontrarem soltos, afixados.

Últimas de Rio De Janeiro