Polícia abre inquérito para investigar uso ilegal de credencial do Rock in Rio

Investigação foi aberta pelo delegado Alessandro Thiers

Por O Dia

Rio - O Rock in Rio ainda não começou, mas a polícia já está de olho nas possíveis irregularidades cometidas em relação ao evento. Agentes da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) estão investigando o uso indevido de credenciais de acesso às ruas no entorno do evento, que serão fechadas durante o festival. Um inquérito foi aberto pelo delegado Alessandro Thiers.

Os policiais descobriram que pessoas estavam usando as redes sociais para negociar o uso irregular de credenciais de trânsito livre fornecidas pela Prefeitura do Rio aos moradores das imediações da Cidade do Rock. Somente as pessoas que tiverem esta autorização poderão circular nas ruas bloqueadas.

Os agentes fizeram um levantamento através das redes sociais para identificar as irregularidades e a investigação vai prosseguir nos dias de eventos. A ação terá apoio da Secretaria Municipal de Transportes. De acordo com o delegado, quem for flagrado usando ou fornecendo irregularmente a credencial, será autuado e poderá responder por crime de falsa identidade. A pena prevê pagamento de multa e prisão de 1 a 12 anos, caso haja também crimes de quadrilha ou falsificação de documentos. 

Últimas de Rio De Janeiro