Casal de namorados adolescentes some na Baixada levando R$ 100

Jovens desapareceram há uma semana. Caso é investigado pela Delegacia de Homicídios

Por O Dia

Rio - Um casal de namorados, moradores de Mesquita, na Baixada Fluminense, está desaparecido desde a noite do último sábado. Os adolescentes saíram de casa levando apenas duas peças de roupa, cerca de R$ 100 e um cofre de moedas, segundo as mães. Alan Vitor, de 15 anos e Mariana Silva, 16 anos, namoram há pouco mais de um ano e nunca tiveram problemas com os familiares por conta do romance.

A mãe de Mariana acredita que os jovens tenham fugido de casa. “Eu não desconfiei de nada, mas tive um mau pressentimento.Ela acordou mais cedo que o normal e por ser um sábado, fiquei achando que ela ia fazer alguma besteira com o namorado. Mas jamais imaginei que pudessem fugir”, desabafou a operadora de caixa, Andreia Dias, ao ‘Jornal de Hoje’, de Nova Iguaçu. Ela ainda não conseguiu voltar ao trabalho.

Casal de namorados adolescentes some na Baixada levando R%24 100Reprodução

“Meu filho não demonstrou nenhuma mudança de comportamento”, diz Rosana da Silva, 33 anos, que aguarda notícias de Alan. As famílias de ambos informaram que já faz uma semana do desaparecimento dos jovens e até o momento não receberam informações sobre o paradeiro deles.

O caso foi registrado na 53ª DP (Mesquita), ainda no sábado, mas foi transferido para o setor de desaparecidos da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense. Cansadas de espera, as mães e os familiares se uniram para procurar o casal em cidades da Baixada e parte da Região dos Lagos. Obtiveram informações de que os dois teriam sido vistos, embarcando na Rodoviária Novo Rio para Rio das Ostras. Parentes estiveram na cidade, mas não os encontram em lugar algum.

Emocionada, Andreia fez um apelo: “Independente do motivo que os levou a sumir, nós queremos eles de volta aqui, nos nossos braços. Só quero abraçar minha filha. Não tinha motivo para isso. Eu te amo, minha filha. Volta para casa”, suplicou a mãe. Até o fechamento da matéria a Polícia Civil não informou sobre o andamento das investigações.

Últimas de Rio De Janeiro