Médica morta dará nome a espaço para mães em novo anexo de maternidade

Gisele Palhares será nome de espaço em expansão da Maternidade Mariana Bulhões, que será inaugurada hoje

Por O Dia

Rio - A expansão da Maternidade Mariana Bulhões, em Nova Iguaçu, que será inaugurada às 18h desta sexta-feira, terá um espaço que receberá o nome da médica Gisele Palhares, assassinada na Linha Vermelha. Nascida no município, ela era diretora geral da Clínica da Família de Vila de Cava e muito querida pelo seu trabalho na área de Saúde Pública da região. 

O espaço Dra. Gisele Palhares Gouvêa, com capacidade para 15 mães, vai oferecer conforto e segurança para as gestantes em observação, bebês que estão ganhando peso e mulheres que moram distante da maternidade, que têm dificuldades financeiras e precisam acompanhar a recuperação do recém-nascido ainda está em tratamento. Segundo a prefeitura de Nova Iguaçu, a nova unidade anexa fará com que toda a maternidade passe de 39 para 80 leitos.

Médica Gisele Palhares, morta por bandidos na Linha Vermelha, dará nome a espaço em novo anexo de maternidadeReprodução Facebook

Segundo o prefeito Nelson Bornier, a homenagem é um reconhecimento ao trabalho que a médica realizou em Nova Iguaçu. “Gisele era uma profissional competente, dedicada e carinhosa com os pacientes”, disse.

LEIA SOBRE O CASO: Laudo confirma que tiro na cabeça causou morte de médica

Últimas de Rio De Janeiro