Informe do DIA: Garotinho quer se candidatar ao Senado em 2018

Acredita que boa votação no interior do estado lhe garantirá a cadeira

Por O Dia

Rio - Atualmente sem mandato, o ex-governador Anthony Garotinho (PR) pretende se candidatar ao Senado no ano que vem. Acredita que boa votação no interior do estado lhe garantirá a cadeira. E aposta no fato de que, diferentemente da eleição passada, em 2018 serão duas as vagas a serem preenchidas.

Outros nomes também se articulam para a disputa. Entre eles, o ministro dos Esportes, Leonardo Picciani (PMDB), e o senador Eduardo Lopes (PRB), suplente que assumiu a vaga após Marcelo Crivella se eleger prefeito.

Esquerda

O Psol também disputará o Senado e avalia quatro nomes. Na lista estão o deputado federal Chico Alencar, o estadual Marcelo Freixo e os vereadores Tarcísio Mota e Marielle Franco. A vantagem de vereadores concorrerem é que, caso não se elejam, não perdem o mandato.

Federal

Por conta da queda de popularidade do PT, o senador Lindbergh Farias não quer arriscar ficar sem mandato. Deve vir como deputado federal, onde tem mais chances.

Reforço

A Guarda Municipal vai aumentar o efetivo nas ruas em 20% durante o Carnaval. Até o dia 6 de março, serão 250 agentes a mais nas ruas da cidade. A publicação sai no Diário Oficial de hoje.

Esperando o pior

Presidente da Assembleia Legislativa, Jorge Picciani (PMDB) lamenta a decisão do Supremo Tribunal Federal que tornou mais demorado o processo para que o estado possa receber empréstimos do governo federal. “Estava mais ou menos previsto. Seguiram o parecer da Advocacia-Geral da União.”

Bem gelado

Mas, para muitas pessoas próximas a Pezão, foi um tremendo balde de água fria.

Novo emprego

Apadrinhado pelo ex-prefeito Eduardo Paes (PMDB), o ex-subprefeito da Barra Alex Costa (PTB), que não se elegeu vereador, assumiu a diretoria da TV Alerj.

Novo emprego 2

Já o ex-prefeito de São Gonçalo Neílton Mulim (PR) abocanhou a presidência da Fundação Instituto de Pesca do Estado (Fiperj), vinculada à Secretaria de Agricultura e Pecuária.

Mudança

Líder do PR na Alerj, Bruno Dauaire mudou de ideia e decidiu liberar os dois deputados de sua bancada para votar da forma que quiserem o pacote de austeridade. Dauaire votará contra o governo; Nivaldo Mulim e Renato Cozzolino, a favor.

Últimas de Rio De Janeiro