Desabamento do túnel Marcello Alencar é boato

Prefeitura nega vazamento e risco estrutural no local

Por O Dia

Rio - Um alerta sobre um possível desabamento do Túnel Marcello Alencar, no Centro, em decorrência de sucessivos vazamentos, tomou conta das redes sociais, mas foi desmentido pela Prefeitura do Rio. A mensagem, que teria sido feita por um suposto engenheiro do órgão, afirma que o município sabia do problema e não tomava providências.

De acordo com a Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto do Rio (Cdurp), responsável pela obra e manutenção do túnel, a água que escorre por algumas áreas da via é derivada do processo de drenagem, o que prova, segundo a companhia, que o sistema está funcionando e não afeta a circulação dos motoristas.

O órgão informou, no entanto, que o equipamento de drenagem havia quebrado na sexta-feira, mas que o problema foi sanado no mesmo dia e não há risco de desabamento da estrutura.

Ontem, uma equipe do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio (Crea-RJ) esteve no local para avaliar o túnel. O resultado da inspeção ainda não tem previsão de conclusão. Apontado como a maior via subterrânea do país, com 3.382 metros de extensão, o túnel liga a Avenida Brasil e a Ponte Rio-Niterói ao Parque do Flamengo. 

Últimas de Rio De Janeiro