Projetos ambientais do Rio ganham patrocínio da Petrobras

Serão destinados R$ 102 milhões a 46 projetos

Por O Dia

Rio - Foram quatro os projetos ambientais do Rio de Janeiro contemplados na seleção pública do Programa Petrobras Ambiental. A empresa anunciou, quarta-feira, tanto as iniciativas ambientais quanto as sociais vencedoras. Serão destinados R$ 102 milhões a 46 projetos ambientais, de todas as regiões do país, e ainda R$ 145 milhões a 130 projetos sociais.

Projeto ‘Abrace o Boto-Cinza’ foi um dos selecionados pela Petrobras para receber investimentos e ampliar suas ações no RioDivulgação

Entre as iniciativas ambientais selecionadas, está a ‘Abrace o Boto-Cinza’, do Instituto Boto-Cinza, que realiza estudos científicos e ações de educação ambiental sobre a população de botos-cinza da Baía de Sepetiba. Um outro projeto vencedor foi o ‘Guapiaçu Grande Vida’, da Reserva Ecológica de Guapiaçu, na Região Serrana.

Seu objetivo é a conservação de florestas e áreas naturais e a recuperação de trechos degradados. Já o projeto ‘Águas do Alcântara’, do Instituto Interdisciplinar Rio Carioca, visa a acabar com a degradação na Bacia do Rio Alcântara, na região de São Gonçalo. Outro trabalho que irá receber verba é o Projeto Garoupa, da Associação Ambientalista Terra Viva. A iniciativa é voltada à conservação de populações naturais do Mycteroperca marginata na costa sudeste do Brasil.

Segundo o gerente executivo de Responsabilidade Social da Petrobras, Armando Tripodi, “todos precisam ter oportunidades iguais para transformar suas vidas, em todos os locais do Brasil. Os programas Petrobras Desenvolvimento & Cidadania e Petrobras Ambiental integram a contribuição da Petrobras para um projeto de país mais justo e mais sustentável”.

O Programa Ambiental investiu R$ 500 milhões (2008/2012) em projetos voltados para preservação e recuperação do meio ambiente.

Últimas de _legado_Vida e Meio Ambiente