Mariana celebra a Páscoa após tragédia

Cidade acolheu moradores de cidades vizinhas durante o feriado

Por O Dia

Rio - As celebrações da Semana Santa em Mariana (MG), atingida pelo deslizamento de uma barragem de mineração em novembro de 2015, dão exemplo do significado da data para os católicos, de renovação da fé. Fiéis dos distritos de Bento Rodrigues e Paracatu, que perderam seus imóveis e bens materiais após o rompimento da barragem da mineradora Samarco, fizeram questão de manter a tradição religiosa mesmo diante da adversidade. A lama de rejeitos que se espalhou com a tragédia arrasou as duas comunidades e deixou 19 mortos.

Moradores participaram de celebrações nas igrejas da cidadeDivulgação

O bispo auxiliar de Vitória, dom Rubens Sevilha, participou das celebrações da Semana Santa de Mariana para o sermão do descendimento da cruz. O religioso fez uma referência à situação vivida pelos moradores. “Que Jesus seja um suporte para que todos possam retomar as suas vidas.” A Arquidiocese de Mariana vem acompanhando a situação da população de Bento Rodrigues e Paracatu. (Com Agência Brasil).

Últimas de Brasil