Bia Willcox: O day after

E fica o cenário escancarado: somos um país dividido ao meio ideologicamente

Por O Dia

Rio - Ao amanhecermos hoje nos deparamos com a ressaca. Meio mareados, embrulhados, meio de carão inchado. Hoje é o day after do dia que esperamos com tanta ansiedade, paixão e ilusão. Independentemente do resultado, estamos todos exauridos de tanto defender, atacar e debater. Acabou-se. E fica o cenário escancarado: somos um país dividido ao meio ideologicamente.

E me vem um único questionamento à la Tostines: ficamos nos incitando mutuamente por termos as redes sociais à mão hoje ou a rede social está na mão para dar publicidade ao que somos e pensamos desde sempre?

Bia Willcox%3A O show do 2º turnoDivulgação

O ódio online revela o lado mais obscuro da poderosa internet — a extrema facilidade em compartilhar informação e opinião tem um preço.

O que se vê em geral, e o que se viu nesse 2º turno de forma mais truculenta, foi todo o tipo de ódio e de exibição de preconceitos. Viu-se um chamado por violência verbal, teorias conspiratórias, mentiras e bullying com quem apoiou um ou outro candidato. O que foi visto tem e terá ainda efeitos profundos e perigosos em cada de nós e na sociedade como um todo.

Existe antídoto contra o vírus do ódio que infectou a internet? Será essa epidemia de ódio controlável ou estamos diante de algo grande demais para se conter?

Não tenho respostas, mas acredito no poder individual de recobrança do bom-senso e de alguma racionalidade que seja.

Portanto, diante de tantos destroços emocionais desse fatídico dia seguinte, comemorem ou lamentem o resultado das eleições, mas, sobretudo, resgatem a serenidade e uma certa simpatia digital se possível for.
Readicionem amigos e façam a paz.

Afinal, o charme e a elegância nas redes é como a beleza do Vinicius de Moraes: fundamental.

Últimas de Diversão