Atores interpretam cachorros que disputam coleira na peça ‘A Paz Perpétua’

Peça estreia amanhã no Oi Futuro Flamengo

Por karilayn.areias

João Velho%2C Gillray Coutinho e José Loreto numa cena do espetáculoDivulgação

Rio - O ‘Tempo’, festival internacional de artes cênicas do Rio, que está em sua sétima edição, apresenta uma montagem inédita do premiado dramaturgo espanhol Juan Mayorga, dirigida por Aderbal Freire-Filho: ‘A Paz Perpétua’. A peça estreia amanhã no Oi Futuro Flamengo, e traz uma proposta diferente das peças realistas: uma fábula protagonizada por três atores, que vivem três cachorros, disputando a prestigiada ‘coleira branca’, que só é dada à elite canina. “A dimensão de cruel humanidade dos cães, os valores em discussão, tudo isso é muito assustador na peça.Criar uma cena entre não-humanos é a primeira evidência de que se trata de uma peça de teatro contemporâneo: o teatro que confia francamente na imaginação do espectador. Esses cães que pensam, que agem, que sentem e que falam são os nossos personagens”, diz Aderbal. E eles são intepretados pelos atores Cadu Garcia, João Velho e José Loreto.

No elenco estão ainda Gillray Coutinho e Alex Nader. Loreto, o Adônis de ‘Haja Coração’, está feliz com a volta aos palcos depois de cinco anos: “Há muito tempo  procurava um texto que me provocasse”.

Serviço

OI FUTURO FLAMENGO. Rua Dois de Dezembro 63 , Flamengo (3131-3060). R$ 30. Qui a dom, às 20h. 90min. 14 anos. Até 11 de dezembro. Sobre o ‘Tempo Festival’ (até 23 out): http://tempofestival.com.br/anos/2016/ 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia