Série mostra sete pessoas disfarçadas de presidiários por 60 dias

A ideia da série é do xerife da cidade, Jamey Noel, numa tentativa de acabar com a corrupção na cadeia

Por O Dia

Rio - Sete voluntários, que não devem nada à Justiça, aceitam viver durante 60 dias como presos em uma penitenciária do condado de Clark, em Indiana (EUA). Cada passo deles é acompanhado por mais de cem câmeras de segurança. O resultado é a série ‘60 Dias Infiltrados na Prisão’, em formato de reality show, que estreia terça-feira, às 22h25, no canal A&E.

A ideia da série é do xerife da cidade, Jamey Noel, numa tentativa de acabar com a corrupção na cadeia. Oficiais, funcionários e detentos não sabem dos infiltrados. Entre os voluntários estão a assistente social Maryum, que é filha de Muhammad Ali, a dona de casa Barbra, mulher de militar que acha uma moleza a vida dos presos, e Zac, um ex-oficial da Marinha que quer ser agente do DEA (agência antidroga). 

Maryum%2C a filha mais velha de Muhammad Ali%2C é uma das voluntáriasDivulgação


Últimas de Televisão