Clube paulista registra B.O. sobre oferta de suborno para perder jogo

Diretor diz ter recebido proposta de R$ 30 mil por telefone e Whatsapp

Por O Dia

São Paulo - A máfia da manipulação de resultados parece continuar em plena atividade no futebol paulista. E uma das vítimas recentes foi o Velo Clube, de Rio Claro (SP), que disputa a Série A2 do Campeonato Paulista. Mas o problema ocorreu no Paulista Sub-20. O time rio-clarense registrou na semana passada um boletim de ocorrência sob a alegação de ter recebido proposta de R$ 30 mil para perder um jogo contra o Mogi Mirim.

Estádio Municipal Benito Castellano é a casa do Velo ClubDivulgação / Velo Club

A partida ocorreu no último dia 5 e o B.O. foi feito pelo diretor do Velo Clube, Eder Donizete Muller, também coordenador do Projeto Revelação da cidade de Araras (SP), contra o técnico Robison Roberto dos Santos e o irmão dele, o auxiliar Gerfferson Rhauny dos Santos, por supostamente terem concordando em participar da fraude.

Eder Muller conta no B.O., que teve detalhes reproduzidos no site do Velo Clube, ter recebido a tal oferta de R$ 30 mil para que o time perdesse para o Mogi Mirim por 2 a 0. A proposta, de acordo com o dirigente, foi feita por meio de telefone e mensagem do aplicativo Whatsapp. Ele recusou, mas segundo o clube, o aliciamento não parou por aí.

"Ocorre que o diretor, recusando tal proposta, alertou alguns dos titulares que entraram na primeira parte do jogo a fim de que não se curvassem a tal fraude e que o jogo fosse realizado no âmbito da competência esportiva, com derrota ou vitória", relatou o Velo Clube em seu site.

Mas, de acordo com Eder Muller, Robison dos Santos escalou um time basicamente reservas e, com isso, aos 20 minutos do primeiro tempo o Mogi Mirim já vencia por 2 a 0. "No vestiário surgiram comentários acerca da fraude em andamento, o que fez com que os jogadores do Velo sentissem repulsa pelo técnico que estaria vendendo o jogo e se determinaram a reverter aquele resultado negativo", disse a nota do clube de Rio Claro.

De acordo com o relato, no intervalo o treinador não foi ao vestiário orientar os jogadores, o que foi feito pelo auxiliar administrativo, Kaique Fernando de Jesus Souza. Ele colocou titulares em campo, o Velo reagiu e buscou o empate por 2 a 2. Com isso, segundo consta do B.O., Robison dos Santos "se mostrou bastante desanimado" e desceu para o vestiário antes de o jogo terminar. O treinador e seu irmão foram afastados do clube.

Com informações do Estadão Conteúdo

Últimas de Esporte