Técnico é demitido após agressão em restaurante e garante: 'faria tudo de novo'

Treinador foi flagrado brigando com o dono do estabelecimento por câmeras que ficam próximas ao local

Por O Dia

Turquia - A Federação Turca de Futebol anunciou oficialmente nesta quarta-feira a demissão do técnico da seleção da Turquia, Fatih Terim, duas semanas depois de o profissional agredir os funcionários de um restaurante na cidade de Esmirna, cidade do sudoeste do país.

Fatih Terim se envolveu em confusão em restaurante na TurquiaAFP

"Após reunião, as duas partes chegaram a conclusão de que é mais saudável a separação. Agradecemos ao nosso querido professor, que prestou tantos serviços ao futebol turco. Desejamos sucesso e felicidades a ele", diz o texto divulgado pela entidade.

O ex-jogador de 63 anos de idade, que também já esteve à frente de Fiorentina, Milan e Galatasaray como treinador, foi flagrado brigando com o dono do estabelecimento por câmeras que ficam próximas ao local e registraram imagens do conflito. Segundo a imprensa local, ele e seus genros teriam deixado cinco homens do restaurante feridos no incidente.

Terim, que é conhecido no país como 'O Imperador', não negou ter ido com parentes ao restaurante, para tomar satisfações por "insultos" proferidos contra a cunhada da filha. Durante uma entrevista coletiva, o ex-comandante da Turquia, disse que, como pai de família, tinha obrigação de zelar pela honra dos parentes. "Faria tudo outra vez", garantiu o treinador.

Fatih Terim acumulou três passagens pelo comando da seleção nacional, na qual ele estava desde 2013, e outras três pelo Galatasaray, tradicional time do país que ele também defendeu como jogador. Anteriormente, ele dirigiu a Turquia entre 1993 e 1996 e entre 2005 e 2009.

Últimas de Esporte