Medalhista de prata no Pan do Rio é brutalmente assassinado na Colômbia

Atleta foi baleado duas vezes, uma na cabeça e outra na perna

Por O Dia

Colômbia - O atleta colombiano Edwin Mosquera de levantamento de peso foi brutalmente assassinado dentro de uma boate localizada no município de Palmira, em seu país natal. Segunda autoridades locais, o medalhista de prata nos Jogos Panamericanos de 2007 foi baleado por um homem com quem havia discutido pouco antes da tragédia.

O secretário de governo da cidade de Palmira Carlos Zapata afirmou à 'AFP' que o homem, que ainda não foi identificado, deixou a boate após a briga com o atleta e depois retornou ao local uma arma para efetuar os disparos. Edwin Mosquera foi baleado duas vezes, uma na cabeça e outra na perna.

Zapata diz que o governo está oferecendo 3,3 mil dólares, cerca de R$ 10,7 mil, para quem fornecer qualquer informação sobre o paradeiro do homem que matou o esportista. "Nós temos alguns vídeos de uma câmera de segurança que, certamente, também vão nos ajudar a capturá-lo".

A Federação Colombiana de Levantamento de Peso usou seu perfil no Twitter para lamentar a morte do atleta.

"O levantamento de peso está de luto. Edwin Mosquera, destacado atleta que, nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro representou a Colômbia, morreu no dia de ontem. As nossas mais sentidas condolências a familiares e amigos".

Edwin Mosquera participava das competições de levantamento de peso na categoria até 69 quilos, em que foi prata no Pan do Rio. No ano passado, conquistou vaga para os Jogos Olímpicos, que também foi realizado na cidade carioca, na reta final da competição, com a lesão de Francisco Mosquera, e terminou em 15º, entre 21 competidores.

Últimas de Esporte