Efeito Diego mexe com atmosfera do Flamengo

Meia turbinou o time desde que chegou, o ambiente do grupo e o marketing do clube da Gávea

Por O Dia

Rio - Tem algo diferente na atmosfera do Ninho do Urubu. E não é o cheirinho de hepta, meme que tomou conta das redes sociais e das ruas do Rio. Diego, principal contratação do Flamengo este ano, mexeu com o clube em todos os sentidos. A recíproca parece ser verdadeira. O meia se mostra encantado e vive um caso de amor com a torcida. Deu química. E a reação libera um aroma que dez entre dez rubro-negros afirmam sentir pela cidade.

“Eu vinha recebendo muitas mensagens (antes de chegar), mas tudo o que está acontecendo tem superado as expectativas. O carinho recebido tem sido sensacional”, disse Diego, ontem, em papo com torcedores nas redes sociais.

Diego brinca com Leandro Damião%2C outro que foi contratado recentemente%3A bom ambienteGilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

O time comandado por Zé Ricardo já escalava a tabela de classificação do Campeonato Brasileiro antes mesmo da estreia de Diego. Os bons resultados deixavam o ambiente leve. A chegada do meia, porém, turbinou as duas vias e ainda impactou na arrecadação do clube.

“O Diego é muito profissional. O período de Europa certamente fez muito bem a ele. Diego entende a importância que tem. O papel dele, ele cumpre à risca. Não falo nem dentro de campo. Falo fora. Exemplo nos treinos, em nível de comprometimento e concentração. Junto com os que a gente já tinha, tem feito o grupo ficar cada vez mais forte”, elogiou o diretor de futebol Rodrigo Caetano.

“Todo bom exemplo traz resultados positivos. Quando contratamos um jogador, buscamos informações sobre conduta, caráter... Nós nos cercamos, e ele tem sido tudo aquilo que já diziam. Exemplo, líder positivo. Só veio agregar”, emendou.

Os números em campo dão a certeza do ganho técnico. Em três jogos, Diego tem dois gols e 100% de aproveitamento. O clube não possuiu dados que comprovem os efeitos da contratação. O diretor de marketing do Flamengo, Bruno Spindel, porém, garante: o impacto da chegada do candidato a ídolo criou uma onda muito positiva.

"Tudo o que ele contribui, esportivamente e no grupo, o torcedor e o sócio-torcedor percebem e valorizam demais. Tem impacto em todos os aspectos. Venda de camisas, sócio-torcedor... O engajamento nas redes é o maior do Brasil, o engajamento dos sócios-torcedores nos conteúdos exclusivos...”, afirmou.

Segundo Spindel, a resposta dada pelas lojas expõe além do incremento da venda de produtos e da adesão ao programa de sócio-torcedor: “O retorno é de crescimento de demanda e do orgulho do torcedor.”