Médico da seleção do Peru confirma que Guerrero tomou remédios contra gripe

Julio Segura se isenta de culpa: 'Estou certo que não houve problema nenhum de nossa parte'

Por O Dia

Rio - Paolo Guerrero foi pego no exame antidoping e será desfalque no Flamengo e no Peru por 30 dias. O médico da seleção peruana, Julio Segura, isentou qualquer culpa de sua equipe e afirmou, em uma entrevista à 'Rádio Nacional', que os remédios que o atacante ingeriu antes da partida entre Peru e Argentina não têm substâncias proibidas. 

Guerrero irá desfalcar Peru e Flamengo AFP

"Paolo esteve com um processo gripal, inclusive terminou com uma traqueíte (inflamação na traqueia), mas pudemos recuperá-lo graças ao seu esforço. Recebeu medicamentos, antibióticos e analgésicos. Medicamentos que não têm nenhum problema com dopagem", afirmou o médico. 

Julio também isenta a comissão da seleção peruana de qualquer culpa no caso, e lamenta que o jogador tenha sido flagrado no exame. 

"Na seleção, sabemos o que é controle antidoping. Portanto, não usamos substâncias que produzam doping. Mas estou certo que não houve problema nenhum de nossa parte", completou.