Vasco diminui o ritmo na temporada e liga o sinal de alerta na Série B

Com duas derrotas em uma semana, Gigante da Colina começa a dar sinais de desgate físico e Jorginho pede reforços

Por O Dia

Rio - O expresso do Vasco, que conquistou o Campeonato Carioca e alcançou uma vistosa marca de invencibilidade começa a dar sinais de desgaste. Ainda na liderança da Série B, com 22 pontos, o Vasco, após 34 jogos sem derrota, perdeu duas partidas das últimas três rodadas — 2 a 1 para o Atlético-GO e 2 a 0 para o Paysandu, em casa. A única vitória, de 3 a 2 sobre o Náutico, em São Januário, foi conquistada com alguma dificuldade. 

Com 28 rodadas pela frente, a falta de fôlego preocupa o técnico Jorginho. Nenê, artilheiro da competição com oito gols, não tem repetido o brilho nas últimas partidas e o ataque já não funciona. Com os dois centroavantes do elenco contestados, Jorginho admite a necessidade de reforços para o setor.

Jorginho liga o sinal de alerta e cobra reforços para o VascoPaulo Fernandes / Vasco.com.br / Divulgação

“Conto com o Leandrão e o Thalles. São jogadores que já deram respostas, continuamos acreditando neles. Mas pensando em termos mais amplos, até o final do campeonato, imagine se algum dos dois tem uma lesão? ”, se perguntou o comandante. 

Antes considerado o setor incontestável do time, a defesa também cometeu erros nas últimas partidas, com falhas de marcação de Rodrigo e Luan. “Seria leviano da minha parte dizer que não vencemos por culpa de um ou outro. Precisamos ser mais efetivos e nossos jogadores protagonistas não foram bem”, analisou Jorginho.

Reforço importante do Vasco, o meia Fellype Gabriel esteve no banco de reservas na derrota de sábado para o Paysandu, mas ainda não entrou em campo. A próxima oportunidade para a estreia será amanhã, na partida contra o Londrina, no Estádio do Café, às 19h15.