Ferj vai esperar TJD-RJ para avaliar denúncia que pode eliminar o Vasco

Em nota oficial, Federação afirmou que aguarda documento do tribunal antes de fazer qualquer esclarecimento sobre suposta escalação irregular

Por O Dia

Rio - Em nota oficial nesta terça-feira, a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) afirmou que irá esperar o posicionamento do TJD-RJ para avaliar a denuncia de uma suposta escalação irregular de dois jogadores do Vasco: Gilberto e Jean. O clube carioca pode perder até seis pontos, caso receba a pena máxima.

"A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro aguarda o documento oficial do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RJ) para prestar todas as informações e esclarecimentos que forem solicitados pela Procuradoria, a respeito da inscrição e registro de qualquer atleta. A FERJ ressalta que cabe unicamente ao TJD-RJ a decisão sobre a existência de regularidade ou irregularidade", disse a nota.

Jean e Gilberto são pivôs de polêmicaPaulo Fernandes/Vasco.com.br

Representação contra o Vasco

?A situação do Vasco no Campeonato Carioca não é das mais confortáveis e pode piorar. O Cruzmaltino tem os mesmos seis pontos que o Volta Redonda e precisa de uma vitória na última rodada, contra a Portuguesa, em São Januário, para garantir a classificação. Se perder ou empatar terá que torcer para o Fluminense, que jogará com reservas, vencer a Volta Redonda, em Moça Bonita. Mas isso pode não garantir a classificação para as semifinais da Taça Guanabara, já que o clube pode ser denunciado pela escalação irregular dos novos reforços Jean e Gilberto.

Nesta segunda-feira, clubes interessados no assunto se debruçaram sobre as documentações de inscrição dos dois jogadores e constataram que o Boletim Informativo de Registro de Atletas (Bira) da FERJ, informa que as datas de inscrição ou de registro dos jogadores Jean e Gilberto, recentemente contratados pelo Vasco, são posteriores aos prazos previstos no regulamento para que ambos pudessem ter participado do jogo com o Resende, no dia 5 de fevereiro, pela terceira rodada da Taça Guanabara.

A denúncia pode ser feita com base no artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, "incluir na equipe atleta em situação irregular". A pena prevê, além de multa que pode ir de R$ 100 a R$ 100 mil, a perda de três pontos e mais a anulação da pontuação conquistada na partida, o que totalizaria seis pontos. O Vasco ganhou a partida por 2 a 1.