Dilma Rousseff sanciona lei que beneficia famílias de taxistas

Reivindicação antiga dos profissionais permite que herdeiros fiquem com a permissão para exploração do serviço

Por O Dia

Brasília - A presidente Dilma Rousseff sancionou nesta quarta-feira uma lei que atende uma reivindicação antiga dos taxistas, permitindo que a família fique com a permissão para exploração do serviço de táxi após o falecimento do motorista.

Dilma acompanhada do presidente do Senado, Renan Calheiros, e da ministra Eleonora MenicucciAgência Brasil / Fabio Rodrigues Pozzebom

A nova regra atende pelo menos 600 mil taxistas e suas famílias e, de olho nesse eleitorado, o Palácio do Planalto realizou uma cerimônia improvisada no Núcleo de Apoio aos Taxistas de Brasília.

"A partir de agora vocês podem transferir para seus herdeiros a permissão de uso do serviço do táxi pelo mesmo prazo original da outorga. Essa lei diminui e dirime qualquer dúvida jurídica... é um direito de sucessão", discursou Dilma sob aplausos.

Ela fez questão de ressaltar a importância da categoria para atender os turistas e os moradores das cidades. "A gente se pergunta quantas crianças não nasceram num táxi por esse país afora, quantas pessoas não são socorridas por um de vocês", disse Dilma.

A nova lei foi sancionada por meio da Medida Provisória 615 que tratava de inúmeros temas.

Reportagem de Jeferson Ribeiro

Últimas de _legado_Brasil