Major dá voz de prisão a agente do Detran que trabalhava armado

'Todos passaram por um treinamento para utilizar a arma, sim', afirmou diretor de Fiscalização do Detran

Por O Dia

Brasília - Um major aposentado do Corpo de Bombeiros deu voz de prisão a um agente do Detran que trabalhava armado enquanto controlava o trânsito próximo a região administrativa do Distrito Federal, na noite desta segunda-feira.

A situação começou quando os agentes foram questionados pelo militar sobre a confusão no trânsito da via local. Segundo a equipe do Detran, além do major está exaltado, ao perceber que os agentes portavam armas, ele alegou que os mesmos nao tinham autorização para aquilo.

A situação começou quando os agentes foram questionados pelo militar sobre a confusão no trânsito da via localDivulgação

Após o desentendimento, o caso foi levado para a 21ª Delegacia de Polícia. No entanto, segundo documento apresentado pelos agentes do Detran, eles possuem autorização para portarem armas e que há inclusive um comunicado feito pela autarquia à Polícia Federal a respeito.

Segundo o diretor de Fiscalização do Detran Silvain Fonseca, o uso dos equipamentos por servidores do Detran está autorizado por uma lei distrital de 1997. "É uma lei que já existe há mais de 20 anos, anterior ao estatuto do desarmamento. Quando veio o estatuto, houve o questionamento, mas, até então, nós temos um entendimento jurídico de que continua valendo.”

Após esclarecimentos, o major de 54 anos, deixou a delegacia discutindo sobre o assunto. Os agentes do Detran foram liberados, mas as armas ficaram na delegacia.

“Todos passaram por um treinamento para utilizar a arma, sim. Atualmente cada um tem uma arma para sua defesa. A intenção futura é que o órgão ofereça esse armamento”, afirmou Fonseca.

Últimas de _legado_Brasil