MP pede prisão preventiva de assaltantes em Niterói

Trio é acusado de praticar vários roubos na Região Metropolitana

Por O Dia

Rio - O Ministério Público do Estado do Rio (MPRJ), através da 4ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal da 2ª Central de Inquéritos, pediu a prisão preventiva de Marcelo de Souza Correa, Mario Wilson Silva de Salles e Luiz Carlos Jesus da Silva pela prática de diversos crimes de roubo usando arma no Centro de Niterói, Região Metropolitana do Rio.

Na tarde de 11 de novembro 2012, Marcelo e um comparsa ainda não identificado roubaram o celular de um estudante universitário na Rua Visconde de Rio Branco, ameaçando-o com uma faca. Na mesma ocasião, os criminosos também tentaram roubar outra estudante, mas desistiram depois do pedido de socorro, aos gritos, da vítima. Dez dias antes, Marcelo havia sido preso por crime patrimonial também ocorrido em Niterói, mas foi solto e voltou a cometer novo novo delito em seguida à sua soltura.

Em 21 de dezembro de 2012, por volta das 6h40, Mario Wilson, também conhecido como Chim, ameaçou um estudante da Universidade Federal Fluminense (UFF) com uma serra e roubou seu celular enquanto a vítima se dirigia à faculdade, andando pelo Caminho Niemeyer, área turística no Centro de Niterói.

Já Luiz Carlos agiu na noite de 11 de fevereiro deste ano, quando, em companhia de um comparsa ainda não identificado, roubou uma motocicleta e R$ 50 da vítima. Segundo a denúncia, os criminosos também utilizaram uma moto e uma arma de fogo durante o assalto ocorrido na Rua São Lourenço, abordando a vítima com uma arma de fogo, determinado que entregasse o dinheiro e a moto, fugindo em seguida.

Últimas de Rio De Janeiro