Falta de policiais nas ruas e atendimento ruim lideram lista negra da Ouvidoria

Das 3.093 ligações, apenas 456 continham elogios

Por O Dia

Rio - Relatório da Ouvidoria da Polícia do estado, referente ao ano passado, mostra que a falta de policiamento e a qualidade do atendimento das polícias Militar e Civil são as principais queixas da população fluminense. De janeiro a dezembro de 2013, o serviço recebeu 3.093 comunicações, sendo 2.071 sobre a PM e 1.022 referentes à Polícia Civil.

Desse total, 2.637 foram reclamações, e apenas 456 elogios. O documento mostra ainda que, dos 88 procedimentos abertos pelas duas instituições a partir das denúncias feitas à Ouvidoria, três praças e um agente foram punidos. Das sanções, dois PMs sofreram repreensão e um foi excluído. Já o policial civil foi suspenso. 

Apesar de a Ouvidoria receber também denúncias sobre oficiais e delegados, e de procedimentos terem sido abertos para investiga-los após as ligações, nenhum deles foi punido. No ranking das reclamações na Polícia Militar estão o 5º BPM (Praça da Harmonia), o 3º BPM (Méier) e o 12º BPM (Niterói). Já na Polícia Civil a relação é composta pela a 5ª DP (Gomes Freire), a 126ª DP (Cabo Frio) e a 30ª DP (Marechal Hermes).

Do total das reclamações, 1.953 (74%) são referentes à PM, e 684 (26%), à Polícia Civil. Em relação à PM, a falta de policiamento corresponde a 40% do total de denúncias seguida da qualidade de atendimento, 25% dos casos.

Na Polícia Civil, esse último item aparece em primeiro lugar com 47% das comunicações, seguidas de denúncias de prevaricação, que correspondem a 6% dos casos. Violência contra a pessoa somam 69 ocorrências. As denúncias à Ouvidoria podem ser feitas pelo 3399-1199 ou www.ouvidoriadapolicia.rj.gov.br. Não é preciso se identificar.

Últimas de Rio De Janeiro