Assessor de deputado de Nilópolis diz que sofreu crime político

Os disparos atingiram o carro que estava na garagem, portão, janela do quarto e um guarda-roupa do assessor

Por O Dia

Rio - Antônio Carlos da Costa, 46 anos, assessor do deputado estadual Ricardo Abrahão, filho de Farid Abrahão David, afirmou que foi vítima de crime político. Ele chegou em casa, em Nilópolis, por volta de 20h40 desta segunda-feira e, quando estava jantando, viu um carro parado em frente ao seu portão. Ao tentar observar que se passava na rua, bandidos atiraram por diversas vezes para atingí-lo.

Os cerca de 12 disparos atingiram o Peugoet que estava na garagem, o portão, a janela do quarto e um guarda-roupa do assessor, que não foi atingido.

Antônio Carlos acredita que o crime seja uma retaliação de rivais políticos pois ele já foi secretário do ex-prefeito de Nilópolis, Farid Abrahão David, e há dois meses pediu demissão do governo do atual prefeito Alessandro Calazans para voltar a trabalhar com a família Farid.

Últimas de Rio De Janeiro