MP quer identificar pais de menores que aguardam em fila para show de Miley

Jovens fazem revezamento por ingressos

Por O Dia

Rio - Para ver de perto o ídolo, é preciso ter criatividade. Já se foram os tempos em que dormir e comer mal eram necessários para garantir lugar na fila do gargarejo dos shows. Fãs da cantora americana Miley Cyrus, organizados em clubes na rede social, se revezam em duplas nas imediações da Praça da Apoteose, desde o dia 28 de agosto para assistir ao show de domingo.

Divididos em turnos, os jovens marcam ponto na fila de duas a três vezes por semana, guardando lugar para grupos maiores, de 15 a 60 pessoas. Tudo em nome da estrela pop, ex-contratada da Disney. Agentes do Conselho Tutelar e da Prefeitura têm feito inspeções no local para coibir a presença de menores de idade desacompanhados e acampamentos com barracas.

Jovens se dividem em turnos para conseguir lugar em show na ApoteoseUanderson Fernandes / Agência O Dia

Os estudantes Vitor Matheus, 19, e Mário Albuquerque, 18, saíram de Campo Grande para cumprir o primeiro turno de um grupo de 20 fãs. “Vê-la de perto vai ser um sonho realizado”, contou Mário.

A 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva da Infância e da Juventude da Capital, a pedido do Ministério Público, recomendou que o Conselho Tutelar, de maneira extrajudicial, identifique os responsáveis pelos menores que estiveram acampados no local. Eles podem ser acionados pela Promotoria de Justiça da Infância e da Juventude. A proibição de acampamentos também foi recomendação do MP à Secretaria Municipal de Ordem Pública.

Últimas de Rio De Janeiro