Polícia apura morte de professora dentro de sua própria casa

No corpo havia cartaz com dizeres: ‘X-9’

Por O Dia

Rio - A Delegacia de Homicídios está investigando o assassinato de uma professora encontrada enforcada na casa onde morava, na Rua Matias da Cunha, no Engenho da Rainha, Zona Norte do Rio. Junto ao corpo de Deise Rebello Botelho, de 61 anos, havia um cartaz com os dizeres “X-9” (informante da polícia). 

A vítima, que tinha uma filha e uma neta, morava no acesso ao Morro do Engenho da Rainha. Para chegar até o local, agentes da DH precisaram do apoio dos policiais do 3º BPM (Méier), que chegaram à rua com um carro blindado. Uma perícia foi realizada e vizinhos, ouvidos.

Deise e parentesReprodução

Agentes da especializada também apuram a informação de que a mulher teria casas alugadas na região e tenha tido desentendimento com alguém. Ontem, a família prestou depoimento durante toda a tarde na sede da DH, na Barra da Tijuca.

Últimas de Rio De Janeiro