Preso suspeito de torturar adolescente em favela do Rio

O Disque Denúncia oferecia R$ 1 mil por informações que levassem a prisão de Bigonha, que tem anotações por tráfico de drogas

Por O Dia

Rio - Apontado pela polícia como um dos autores da tortura que culminou na morte de Rayssa Christine Machado de Carvalho Sarpi, de 18 anos, Luiz Claudio Veríssimo dos Passos, o Bigonha, de 28 anos, foi preso nesta quarta-feira durante uma operação do 9º BPM (Rocha Miranda) na Favela do Terço, naquele bairro da Zona Norte. A jovem foi espancada na Favela do Faz Quem Quer, em setembro do ano passado. O crime circulou nas redes sociais.

Além de Bigonha, que já foi preso em abril de 2009 e solto em junho do mesmo ano, outros quatros criminosos ligados ao Comando Vermelho (CV) são acusados de participarem da tortura e morte de Rayssa. Entre eles, está Anderson Sant'anna da Silva, vulgo Gão, considerado pela polícia como 'zero um' do tráfico de drogas no Faz Quem Quer. Todos tem mandado de prisão expedido pelos crimes e a pena pode chegar a 16 anos de prisão.

Bigonha (de cabelo vermelho) e mais suspeitos foram presos em operação da PMDivulgação

Na operação realizada pelo 9º BPM, que também incursionou nas comunidades do Cajueiro e Congonhas, Bigonha e mais sete suspeitos foram capturados. Com os acusados foram apreendidos dois fuzis, duas pistolas, um radiotransmissor e grande quantidade de drogas. O Disque Denúncia (2253-1177) oferecia R$ 1 mil por informações que levassem a prisão de Bigonha, que tem anotações por tráfico de drogas.

O caso foi registrado na 29ª DP (Madureira), onde Bigonha, além ter o mandado de prisão cumprido, foi autuado em flagrante com os comparsas por

Segundo informações da polícia, Bigonha ainda aparece em um vídeo e exibindo armas e fazendo ameaças aos PMs. "Imagina o Bigonha bandidão pegando a barca (viatura) de frente com um pentão de 30? Vou fazer estrago total”, diz o criminoso, assistido quase dez mil vezes no Youtube.

Últimas de Rio De Janeiro