Editorial: Estado volta a maltratar seus cidadãos

O que o governo Pezão está fazendo com pensionistas viúvas, no entanto, vai além da responsabilidade com o Erário

Por O Dia

Rio - Provas de vida são documentos imprescindíveis para manter a ordem e a justiça no pagamento de benefícios. Em um país onde infelizmente falcatruas e esquemas sobressaem e parecem ser regra, e não exceção, um mínimo de controle, objetivo e periódico, se faz necessário.

O que o governo Pezão está fazendo com pensionistas viúvas, no entanto, vai além da responsabilidade com o Erário. Como O DIA mostra hoje, o estado pediu um sem-número de certidões sob um prazo exíguo para que as beneficiadas mantenham as pensões. Burocracia exagerada que exigirá tempo e sobretudo dinheiro — quase a metade do vencimento, que já vem sendo sistematicamente atrasado.

Na frieza dos papéis e das contas que não fecham, não é absurdo pensar em teses como a de deliberadamente dificultar a renovação do benefício como forma de tentar enxugar a folha de pensionistas do estado.

É mais uma traulitada nos servidores fluminenses, que já sofrem há meses.

Últimas de Opinião